Ultimas postagens.

terça-feira, 6 de março de 2018

Aluna da UFPA não desiste e defende TCC em casa após gravidez de risco.


“Tudo aquilo que é difícil de conseguir, é mais difícil ainda de perder”. Esta frase, cunhada pelo mítico filosofo Enéas, ilustra bem o exemplo que a professora paraense Ceciane Reis, moradora da cidade marajoara de Muaná, deu a todas as mulheres do Brasil na última sexta-feira (2).


Ceciane é aluna do curso de Língua Portuguesa na UFPA (Universidade Federal do Pará) e ficou grávida no último ano de sua licenciatura. Com muito esforço e dedicação, a professora conseguiu finalizar as aulas, entretanto, um outro obstáculo apareceu pela frente.

Às vésperas de defender seu TCC, Ceciane passou por um parto de risco e ficou impossibilitada de finalizar suas atividades acadêmicas em Belém, onde todos de sua turma defenderiam a tese final.

Desesperada com a possibilidade de não se formar junto com seus colegas e assim ter que adiar o término de seu curso, Ceciane recebeu uma ajuda fundamental de seus professores.

Os docentes da UFPA ligados ao Plano Nacional de Formação Docente (Parfor) que formavam a banca avaliadora de Ceciane a contataram e fizeram a proposta: se a aluna não poderia ir até Belém, toda a banca iria até a casa dela. E foi assim que aconteceu a defesa de seu TCC, o sonho de uma vida, que quase se perdeu, foi defendido em casa e de maneira notável.

“A ideia surgiu da coordenação do PARFOR letras da UFPA junto de minha orientadora, a professora Elizabeth Vidal e o professor Joaquim Maia que compôs a mesa. Aceitei na hora”, conta para a reportagem.

Agora com a sensação de dever cumprido, a professora fala de maneira tranquila sobre o momento. “Eu queria me formar junto de minha turma, e não poderia esperar o período da licença maternidade terminar. Fiquei muito preocupada achando que não conseguiria, foi muito difícil, explicou.


Após o convite, uma nova jornada começou. Amigos e familiares de Ceciane começaram a se organizar rapidamente na preparação da casa para a chegada dos professores.

“Minha família e amigos ajudaram a organizar o espaço em minha casa mesmo, pois meu bebê é prematuro e precisa de cuidados especiais”, disse a professora.

A defesa aconteceu em um espaço entre a cozinha e a sala da professora e foi assistida por uma plateia repleta de amigos e familiares emocionados. Após cerca de vinte minutos de apresentação, Ceciane Reis enfim realizou o sonho de uma vida, sendo avaliada com uma nota final “Excelente”.

“Sempre fui muito grata ao PARFOR pela oportunidade de uma formação na área em que sempre gostei. Então nem por um momento pensei em desistir de realizar meu sonho, mesmo com todas as dificuldades da gravidez”, finalizou a professora, que deixa o exemplo para muitas mulheres que pensam em desistir de seus sonhos. 

Port@l do Oeste News.
(Igor Wilson).